Notícias

  • Mai

    05

    2020

Parceria estimula empresas a adotarem medidas de segurança em Dourados

Diante da pandemia do novo coronavírus, as empresas devem se adequar para garantir a segurança dos clientes e atender a normas municipais. Pensando nisso, o Sebrae/MS, em parceria com a Associação Comercial e Empresarial de Dourados (ACED), divulga uma consultoria gratuita para ajudar os negócios a adotarem os requisitos da vigilância sanitária.

A Consultoria em Saúde e Segurança no Trabalho, desenvolvida por técnicos do Sesi/MS e ofertada na plataforma Sebrae Orienta – criada especialmente para levar soluções aos empresários neste momento – auxilia os interessados a desenvolverem Procedimentos Operacionais Padrão (POP), a partir da elaboração de um plano de ação para cada empreendimento.

A Prefeitura de Dourados flexibilizou a abertura do comércio, mas com normas que precisam ser seguidas pelas empresas. Entre elas, estão a oferta de equipamentos de proteção aos colaboradores e álcool em gel para higienização dos clientes. Para a gerente da Unidade Regional do Sebrae/MS, Flávia Rosa, é fundamental que o empresário atenda às medidas de saúde pública e contribua para diminuir os impactos da transmissão comunitária da Covid-19.

"Se o empresário implementar o plano, vai oferecer ao cliente segurança em acessar seu ambiente, contribuindo para que o impacto da transmissão comunitária seja menor. É importante que os empreendimentos acessem esta oferta do Sebrae e utilizem o serviço de biossegurança que o Sesi faz. Se houver um plano de biossegurança na maioria dos negócios de Dourados e região, teremos empresas mais preparadas para a crise que estamos passando", disse.

A ACED, parceira do Sebrae em Dourados, auxilia a sensibilizar os empresários na realização da consultoria e na importância da adoção das medidas de biossegurança. Segundo o presidente da entidade, Nilson Aparecido dos Santos, elas são fundamentais para a "restauração da normalidade" em menor tempo.

"A biossegurança é uma ferramenta necessária para que, em menor tempo, haja a restauração da normalidade, voltando o setor produtivo e consumidor a terem esperanças renovadas. As empresas de Dourados, mediante pesquisas feitas com nossos associados, se prontificaram a seguir todos os protocolos do Comitê de Enfrentamento à Crise, instituído por decreto municipal, conscientes da responsabilidade com o bem-estar social e econômico".

Os empresários têm entendido seu papel e buscado atuar de forma positiva. Para o proprietário da Açotelha Produtos, Nelson Brait, os negócios que adotarem as medidas vão passar credibilidade para os clientes. "Representa segurança para clientes para a equipe de colaboradores, transmite uma confiança na empresa, porque ela está trabalhando para o bem-estar de toda a população que vai usufruir desse trabalho de biossegurança. Precisamos manter as empresas abertas com segurança e responsabilidade", destaca.

Consultoria
Para mais inscrições e informações em Dourados, os interessados devem procurar a ACED, pelo telefone (67) 34168618.