Notícias

  • Abr

    06

    2020

Novo decreto reabre comércio a partir desta terça-feira em Dourados

Após a ACED solicitar a reabertura do comércio na semana passada, a Prefeitura Municipal de Dourados publicou nesta segunda-feira, dia 6, novo decreto autorizando a abertura de lojas e restaurantes no Município. O Shopping Avenida Center, casas noturnas, clubes de recreação, bares, academias e igrejas, permanecerão fechados por tempo indeterminado. O horário de funcionamento será o habitual, das 8h às 18h. O objetivo é evitar uma crise econômica e o desemprego.

De acordo o advogado e assessor especial do gabinete da prefeita Délia Razuk, Alexandre Mantovani, o novo decreto autoriza também, o atendimento por meio de agendamento de salões de beleza e barbearias, com capacidade reduzida de atendimento. Já o toque de recolher se mantém, das 22h às 05h e o transporte coletivo deve limitar o funcionamento com 70% de sua capacidade com passageiros sentados, intensificando diariamente a higienização.

E, embora cada tipo de estabelecimento exija algumas regras específicas, no geral, as empresas deverão funcionar com 30% da capacidade. Filas deverão ter um espaço limite de dois metros de distância entre cada cidadão, restaurantes deverão seguir as regras do decreto e todo comércio deverá respeitar as normas de segurança do Ministério da Saúde, disponibilizando ainda, produtos para a assepsia, como álcool em gel e outros.

A ACED também retorna com atendimento normal a partir desta terça-feira e buscará junto às autoridades sanitárias, para que seja reativado também de forma gradativa, o comércio noturno, o Shopping Avenida Center, entre outros setores que ainda estão fechados, para que a vida comercial de Dourados retorne a sua normalidade.

“Já demos nossa contribuição para a horizontalização da curva de pânico, para que as instituições públicas pudessem se organizar no enfrentamento da crise pandêmica. Nós estamos corroborando com a decisão sensata, de cunho moral, social e econômico, tomado pela prefeita Délia Razuk. Agora, a atividade econômica precisa voltar a funcionar, para que haja tempo de evitar demissões e falências. É importante ressaltar que a pandemia existe e a conscientização da população é a única forma de prevenção eficiente. Todos nós precisamos trabalhar, mas com prevenção, não esquecendo da higiene pessoal neste momento, evitando as aglomerações e o contato físico. A nossa luta agora é recuperar as energias com fé, para retornarmos o caminho do progresso, com ordem e destemor”, enfatizou Nilson Santos.

Conforme o Decreto 2.511, o comércio de ambulantes nos semáforos continua vedado, mantém-se a duração de duas horas para velórios, com no máximo dez pessoas no mesmo ambiente e permanece suspensas as aulas da Rede Municipal de Ensino no Município.