Notícias

  • Mar

    27

    2020

ACED solicita reabertura gradual do comércio em Dourados junto ao Município

A ACED - Associação Comercial e Empresarial de Dourados, entregou ofício à prefeita Délia Razuk, na manhã desta sexta-feira, dia 27, solicitando a reabertura do comércio na próxima segunda-feira, dia 30, já que ambos decretos publicados pela Prefeitura de Dourados não estipularam o dia para o retorno das atividades do comércio, uma vez que constam o fechamento por prazo indeterminado.

Compreendendo a atual situação em decorrência da pandemia causada pelo COVID-19, inicialmente, a ACED recomendou aos seus associados a seguirem as recomendações da Organização Mundial de Saúde e do Ministério da Saúde, incluindo o fechamento das atividades comercias para fins de atender a quarentena.

Contudo, até o presente momento, Dourados não possui nenhum caso confirmado da doença pela própria Secretaria de Saúde do Município e o fechamento do comércio ou indústria por prazo indeterminado, pode acarretar no fechamento de empresas e aumentar o desemprego no Município.

De acordo com o presidente da ACED, Nilson Santos, em ofício entregue a administração municipal na manhã de hoje, a entidade solicita um estudo técnico para o retorno das atividades comerciais no município o mais rápido possível. “Além das trágicas consequências humanas da epidemia do vírus Covid-19, a incerteza econômica desencadeada provavelmente custará muito para nosso Brasil. Em Dourados, essa primeira semana com o comércio fechado, traz incertezas e preocupações, tanto para os empresários, quanto para os funcionários”, disse.

Em ofício, a ACED solicita um estudo para que as atividades comerciais retornem, mesmo que gradativamente, para que assim, as empresas não precisem demitir funcionários em massa e continuem provendo o sustento de inúmeras famílias. A ACED também se coloca à disposição para orientar os comerciantes e empresários a tomarem todas as medidas de prevenção sanitárias exigidas, como por exemplo, evitar aglomerações e higienização dos ambientes comerciais, estabelecidas pelo Ministério da Saúde.