Aced Dourados

CONSULTA SCPC

Problemas de Acesso?

A ACED

A Aced (Associação Comercial e Empresarial de Dourados) foi fundada em 29 de maio de 1945, fruto da necessidade que os empresários sentiram de se organizar diante de uma época de efervescência e mudanças por que passavam a região de Dourados e o restante do país.

Com o aumento de problemas sociais decorrentes do inchaço populacional da região – segundo o IBGE, o número de habitantes de Dourados passou de cerca de 15 mil em 1940 para 85 mil em 1960 –, a Aced teve papel político importante, atuando como um poder independente na cobrança de providências. Era o fim da Segunda Guerra Mundial, e o município fazia parte do Território Federal de Ponta Porã. As estradas eram precárias, os fretes caros, os mascates concorriam de forma desleal, as comunicações insipientes, não havia energia elétrica para todos e a segurança pública deixava muito a desejar.

Batizada inicialmente de Associação Comercial de Dourados, a Aced foi a quinta entidade de classe a ser fundada no então Estado de Mato Grosso, quando Dourados tinha pouco menos de dez anos de emancipação político-administrativa. As primeiras associações foram as de Corumbá (1910), de Cuiabá (1912), de Campo Grande (1926) e de Ponta Porã (1944).

O ato de fundação reuniu poucos comerciantes, industriais de pequeno porte, contadores e empreendedores, mas certamente os mais influentes. O primeiro presidente eleito da associação foi o farmacêutico e professor Milton Sá Santos, que ficou à frente da entidade de 1945 a 1950. Duas mulheres integraram a primeira diretoria, segundo constam os registros históricos: Maria da Gloria Muzzi Ferreira (1ª secretária) e Albertina Pereira de Matos (Conselho Consultivo).

Além de defender os interesses dos associados, a Aced jamais perdeu de vista outro compromisso fundamental: o de cuidar da cidade e tratar de todos os assuntos que impactem de forma direta ou indireta no setor empresarial. Em seus mais de 70 anos de existência, todos os presidentes que passaram pela associação buscaram não apenas por manter um comércio forte e promissor, mas também pelas demandas de cada época.

Algumas conquistas da associação

Entre as primeiras bandeiras daqueles primeiros anos de atuação da Aced estão a ampliação da ferrovia Noroeste de Itahum até Dourados, ainda na década de 1940, a criação da feira-livre, a reivindicação contra o reajuste abusivo de impostos e a construção de uma sede própria.

Mas já naquele tempo problemas como os buracos nas ruas, a iluminação pública precária, a poeira excessiva que castigava o comércio e a saúde pública eram pautas frequentes de reuniões do conselho deliberativo da Aced.

Na década de 90, a entidade defendeu ativamente a instalação da Cidade Universitária em Dourados, sediando as discussões e reunindo especialistas sobre o tema, seguida pela implementação do curso de Medicina.

Ao longo de sua história, 32 empresários passaram pela presidência da Aced. Elizabeth Rocha Salomão, à frente da entidade durante o triênio 2016 – 2019 é a primeira mulher a ocupar o principal cargo da entidade.