Aced mostra apoio à implantação de ferrovia Dourados-Paranaguá em lançamento

 
Diretor da Aced, Domingos Ventorini; presidente, Elizabeth Salomão; vice Ely Oliveira; prefeita de Dourados, Délia Razuk e associado à Aced, empresário Waldemar Castelli Junior da Mirage Abastecimento (Foto: Assessoria Aced) Diretor da Aced, Domingos Ventorini; presidente, Elizabeth Salomão; vice Ely Oliveira; prefeita de Dourados, Délia Razuk e associado à Aced, empresário Waldemar Castelli Junior da Mirage Abastecimento (Foto: Assessoria Aced)

A Aced (Associação Comercial e Empresarial de Dourados) demostrou o apoio do setor na implantação do novo trecho ferroviário ligando Dourados ao Porto de Paranaguá, durante evento realizado pelo Governo do Paraná. O PMI (Procedimento de Manifestação de Interesse) foi lançado nesta terça-feira (28) em São Paulo, para empresas interessadas na elaboração de estudos relacionados à proposta de implantação do novo ramal.

"O novo trecho vai trazer desenvolvimento para a cidade e, consequentemente, oportunidade de mercado para o setor empresarial. Precisamos estar presentes e demostrar esse apoio", afirmou a presidente da Aced, Elizabeth Rocha Salomão. Ela compareceu ao lançamento acompanhada da vice Ely Oliveira Semmelroth e do diretor Domingos Ventorini.

Outros líderes de entidades representativas do setor empresarial em Mato Grosso do Sul também compareceram, além da prefeita de Dourados Délia Razuk e do governador do Estado Reinaldo Azambuja.

De acordo com o Governo do Paraná, o PMI é um edital público de chamamento "destinado a empresas interessadas na elaboração de estudos técnico-operacionais, econômico-financeiros e ambientais para a construção e exploração de serviços ferroviários".

A proposta com a construção do novo ramal é facilitar o escoamento da produção agrícola do Centro Oeste pelo Porto de Paranaguá. São mil quilômetros, ligando Dourados ao litoral paranaense, com investimento estimado em R$ 10 milhões.

O trecho 1 de 400 quilômetros de extensão deverá ligar Guarapuava (PR) ao Porto de Paranaguá (PR). O trecho 2 de 350 quilômetros de trilhos, que já é uma concessão da Ferroeste, passa por Guarapuava (PR), Guaíra e segue para Dourados, de acordo com o projeto. O projeto ainda contém a revitalização do traçado 250 quilômetros, operado pela Ferroeste entre Guarapuava e Cascavel.

A Ferroeste realizou uma Consulta Pública na Aced, que reuniu técnicos da empresa, governo do Paraná e de MS, empresários e pesquisadores no dia 16 de outubro. Foi apresentada a proposta da empresa acerca da implantação do modal, cenário do escoamento da produção e as vantagens de levá-la através dos trilhos, e também ouvidas sugestões.

Acompanhe as ações da Aced no Facebook (fb.com/aced.dourados), Instagram (@aceddourados) ou acesse o portal (www.aceddourados.com.br). Mais informações no telefone (67) 3416-8653 ou WhatsApp (67) 9 8402-6658.